Conheça algumas práticas para manter a sua saúde emocional mais equilibrada durante o isolamento social.

Durante uma situação de quarentena, na qual precisamos manter distanciamento de outras pessoas para preservar a nossa saúde física e dos outros, é a nossa saúde emocional que corre o risco de ficar fragilizada. Cuidar da saúde emocional no isolamento social demanda esforço, mas é um esforço que vale a pena para se manter em equilíbrio, enfrentar esta situação e sair mais forte dela.

Somos seres sociáveis por natureza e essa foi a primeira vez – em um nível mundial – que precisamos ficar reclusos em nossas casas, não por opção, mas por dever. Mesmo compreendendo a seriedade da situação e a necessidade do distanciamento, todos sentem o impacto da restrição do contato, do toque, do olho no olho. E tudo bem se sentir assim.

O importante é encontrar ferramentas certas para exercitar a nossa força mental, aprofundar a nossa conexão espiritual e nos mantermos emocionalmente saudáveis. A verdade é que não existe uma fórmula pronta para isso. Existem, sim, práticas que devem ser incorporadas à sua rotina até que elas se tornem hábitos que deixam seu dia melhor.

Leia também:
Corpo e mente: atividades para praticar em casa e manter o equilíbrio
Treinos online: 3 dicas para você se adaptar à rotina de atividades físicas em casa
5 práticas para você fortalecer a imunidade

E quais práticas são essas?

Tudo começa com uma visão realista seguida por atitudes positivas. Ser realista não significa se conformar com a realidade e sim, ter consciência que ela existe. Por isso, podemos ser realistas e mesmo assim nos guiar por ações que nos ajudam a ter uma visão mais positiva do futuro.

Em segundo lugar, precisamos aceitar nossos próprios sentimentos. Precisamos entender que está tudo bem não se sentir bem o tempo todo. E precisamos entender que cada pessoa enfrenta uma situação a seu próprio modo, portanto não podemos nos comparar aos outros. Quando aceitamos nossos próprios sentimentos – ao invés negá-los – aprendemos a viver com eles e apesar deles, e fortalecemos a nossa saúde emocional.

Por fim, é necessário adotar hábitos mais saudáveis no dia a dia. E por “hábito saudável”, não me refiro apenas a exercícios físicos e alimentação. Cumprir as suas tarefas do dia é um hábito saudável. Não julgar outras pessoas ou desejar mal a elas é um hábito saudável. Equilibrar a sua rotina entre trabalho e tempo para si é um hábito saudável. Tudo isso colabora para a sua saúde emocional, estando em isolamento social ou não.

E lembre-se que essas ações devem ser praticadas até que se tornem hábitos. Até que aconteça uma transformação interna. O que começa como um exercício se torna um estilo de vida muito mais saudável que você levará para além da realidade que estamos vivendo hoje.